Vitrine Esportiva

Vasco perde de virada do CSA

Embalado pela vitória do Operário sobre o Avaí, de virada, o Vasco da Gama foi inspirado e embalado para enfrentar o CSA, na noite desta sexta-feira, no Estádio de São Januário. Porém, a equipe alagoana esqueceu de combinar com os donos da casa e estragaram a bonita festa feita pela torcida vascaína, ao vencerem o jogo pelo placar de 2 a 1. Renato Cajá e Dellatorre marcaram para os visitantes. Germán Cano, de pênalti, fez o gol do cruzmaltino.

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

O primeiro tempo de Vasco x CSA foi de muita intensidade. Logo no primeiro minuto de jogo, Germán Cano obrigou o goleiro Thiago Rodrigues a fazer uma bela defesa. Porém, quem chegou ao primeiro gol foi o CSA, aos cinco minutos, com Iury. Porém, após revisão do árbitro de vídeo, o gol foi anulado.
Quinze minutos depois, o VAR entraria novamente em cena, e novamente a favor do Vasco. Com o auxílio da arbitragem de vídeo, o juiz da partida apontou um pênalti em cima de German Cano. O próprio camisa 14 foi para a bola e abriu o placar de São Januário.

Mas a alegria só duraria cinco minutos. Aos 20, Renato Cajá bateu falta “do meio da rua” e acertou um chute de extrema felicidade, sem chances para Lucão, que viu a bola morrer no fundo da rede e o CSA empatar a partida.

Para a segunda etapa, Fernando Diniz fez duas alterações no Vasco: tirou Andrey para colocar Daniel Amorim, e tirou Gabriel Pec, para colcoar Léo Jabá em seu lugar. Porém, as mudanças não surtiram muito efeito e a partida caiu drasticamente de ritmo, se comparada a primeira etapa e o Vasco acabou sofrendo a virada 37 minutos da etapa final. Dellatorre recebeu ótima bola e cara a cara com Lucão, chutou rasteiro para dar números finais a partida.

E ainda daria tempo para mais. Em mais um pênalti marcado com o auxílio do VAR, mas desta vez, para o CSA, Dellatorre, de pênalti, marcou o terceiro gol da equipe alagoana, jogando a última pá de areia no caixão do Vasco e liquidando a partida.

Agora, o Vasco é o oitavo colocado da Série B, com 47 pontos e se complicou demais na luta pelo acesso. O próximo desafio do Cruzmaltino será contra o Guarani, no Brinco de Ouro da Princesa, na próxima quinta-feira.

VASCO: Lucão; Zeca (Jhon Sánchez), Ricardo Graça, Leandro Castán, Riquelme; Adndrey (Daniel Amorim) Bruno Gomes (João Pedro), Gabriel Pec (Léo Jabá), Marquinhos Gabriel, Morato; Germán Cano. TÉC: Fernando Diniz

CSA: Thiago Rofrigues; Everton Silva (Marco Tulio), Matheus Felioem Lucão, Ernandes (Kevin); Geovane, Yuri, Iury Casyilho (Clayton), Renato Cajá (Gabriel Tonini) Gabriel (Giva Santos); Dellatorre. TÉC: Mozart

Outras Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *