Vitrine Esportiva

Fluminense perde mas se classifica.

Um jogo de velocidade em algumas jogadas e com uma linda cobrança de falta. Bragantino e Fluminense fizeram um placar de 2 a 1 para o time paulista, mas como o Tricolor ganhou pelo placar de 2 a 0, conquistou a vaga.

O Fluminense jogando atrás no início, a primeira oportunidade é do Bragantino aos 12 minutos, onde Artur chuta de longe por cima do gol do Marcos Felipe. Dois minutos depois tem o Tricolor no ataque e Nenê cobra falta na área, mas o Bragantino faz o corte, vem o contra-ataque com Helinho, mas Marcos Felipe defende. Chega na casa dos 30 e outra vez o Braga com Ytalo de cabeça para Luan Cândido, e Marcos Felipe pega outra vez. Nos 37 Nenê cobra escanteio, a defesa tira e a bola vai pra esquerda com Biel e ele chuta à direita do gol de Júlio César. Não demorou e dois minutos depois outro lance para o time das Laranjeiras, com Martinelli que rouba do Evangelista, leva para o ataque, dribla os zagueiros adversários e bate, mas ela vai pra fora, e logo depois a última oportunidade da primeira etapa com o time da casa com Jadsom Silva chuta forte e Marcos Felipe faz uma linda defesa mantendo o placar com os dois olhos.

Vem a segunda etapa e o vovô Tricolor cobra falta direta e acerta na coruja abrindo o placar, uma linda cobrança. O Braga continuou apertando e o goleiro do Fluminense fazendo o trabalho dele, até que aos 22 minutos, após falta de atenção da zaga do técnico Roger marca com Jan Hurtado de cabeça empata. Os donos da casa seguiram pressionando e o Tricolor se segurando com tranquilidade e tentando os contra-ataques, sempre bloqueados quando chegava perto da área e aos 44 minutos vem o aperto contra o Fluminense, com Hurtado finalizando e Marcos Felipe defende, mas Egídio nada faz e ela sobra para o venezuelano que marca. Restando um gol para empatar e não deu tempo, tendo um placar total de 3 a 2 para o Fluminense.

Red Bull Bragantino: Júlio César, Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Jadsom Silva (Leandrinho), Lucas Evangelista (Ramires) e Pedrinho (Cuello); Artur, Ytalo (Chrigor) e Helinho (Hurtado). Técnico: Mauricio Barbieri

Fluminense: Marcos Felipe, Samuel Xavier, Manoel, Luccas Claro e Egídio; Martinelli, Yago Felipe e Nenê (David Braz); Caio Paulista (Kayky), Gabriel Teixeira (Luiz Henrique) e Fred (Abel Hernández). Técnico: Roger Machado.

Foto: Lucas Merçon / FFC

 

Outras Notícias