Vitrine Esportiva

Fla derrotado pelo Galo

Savarino - FERNANDO MORENO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO - FERNANDO MORENO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Fla perde para o Atlético-MG fora de casa, se complica na tabela e aumenta a pressão sobre Rogério Ceni

DEU GALO DE NOVO! Assim como nos dois jogos da edição passada do Campeonato Brasileiro, o Atlético Mineiro voltou a vencer o Flamengo. Dessa vez, Savarino foi o carrasco do Rubro-Nergro e marcou os dois gols da vitória por 2 a 1 do Galo. Willian Arão descontou para o Fla. O resultado, além de deixar o atual campeão brasileiro a dez pontos do líder, deixou o técnico Rogério Ceni cada vez mais pressionado junto à torcida.

O primeiro tempo foi de pouco movimento e muito erro por parte do Rubro-Negro. Tanto que aos 3 minutos, após uma saída errada da defesa do Flamengo, o Atlético quase inaugurou o placar. Savarino e Hulk fizeram boa dobradinha e o paraibano serviu o camisa 17, que chutou por cima do gol de Diego Alves.

O melhor lance do Fla aos 38 minutos da primeira etapa saiu dos pés de Bruno Henrique. O camisa 23 fez boa jogada individual e tentou chutar de fora da área, para a boa defesa de Everson.

Na segunda etapa, tanto o Atlético Mineiro, quando Savarino, começaram a todo vapor e o primeiro gol do Galo e do venezuelano saiu logo aos cinco minutos. Zaracho recebeu boa bola de mariano e tocou para Hulk, a bola acabou sobrando para Savarino, que tocou na saída de Diego Alves e marcou o primeiro gol do jogo.

E não deu tempo nem de comemorar. Dois minutos após abrir o placar, o Atlético ampliava novamente com Savarino. Desta vez, o venezuelano recebeu ótima bola de Mariano pela direita e rolou para o camisa 17, que só teve o trabalho de mandar para o fundo da rede.

O Fla bem que tentou, mas o gol de desconto saiu tarde demais. Aos 42 minutos da etapa final, Willian Arão subiu mais alto do que a zaga atleticana para marcar o único gol do Flamengo na partida.

Atlético-MG: Everson, Mariano, Nathan Silva, Alonso, Réver, Arana; Allan, Tchê Tchê, Zaracho (Nathan), Savarino (Marrony) (Sasha) e Hulk (Jair). Técnico: Cuca.

Flamengo: Diego Alves, Isla (Matheuzinho), Rodrigo Caio, Bruno Viana (Hugo Moura) e Filipe Luís; João Gomes, Willian Arão, Arrascaeta e Michael; Bruno Henrique e Pedro. Técnico: Rogério Ceni.

Matéria: Igor Melo

Fotos: Fernando Moreno/ AGIF

Outras Notícias