Vitrine Esportiva

Equipes cariocas só empatam pela décima segunda rodada do Campeonato Brasileiro

A conhecida música da famosa dupla sertaneja “Domingo de Manhã” poderia ser adaptada para “Domingo de Tarde” e “Domingo de Noite”. Afinal, Vasco, Flamengo e Botafogo, em ordem cronológica, parecem ter combinado entre si que empatariam seus jogos válidos pela décima segunda rodada do Campeonato Brasileiro pelo mesmo placar. Isto porque Vasco x Bragantino, às 11 horas, em São Januário, no Rio de Janeiro, terminou empatada em 1 x 1, Palmeiras x Flamengo, às 16 horas, no Allianz Parque, em São Paulo, acabou 1 x 1 e Atlético Goianiense x Botafogo, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia, também finalizou em 1 x 1. Com os resultados obtidos, o Vasco continua sendo o time carioca de melhor campanha na competição, na quinta colocação do Campeonato, com 18 pontos em 11 jogos e cinco gols de saldo, com o Flamengo, na sexta posição, vindo logo atrás, também com 18 pontos em 11 jogos e nenhum saldo de gols, e o Botafogo, que continua amargando a zona de rebaixamento, com apenas 11 pontos, e apenas 1 vitória, 8 empates e 2 derrotas no Campeonato, em 11 jogos, na décima oitava colocação. É, de longe, a equipe que mais empata no Brasileirão – Palmeiras e Grêmio vem logo atrás, com 7 empates em 11 partidas – e também a que menos venceu na competição. Isto porque derrotou apenas o atual líder do campeonato, Atlético Mineiro, que soma 24 pontos – 8 vitórias e 3 derrotas em 11 jogos.

Quem começou o repertório de empates no domingo foi o Vasco da Gama, que jogando diante de um dos últimos colocados no Campeonato, o Red Bull Bragantino, debaixo de um sol escaldante no Rio de Janeiro, em seu dia mais quente no ano, não conseguiu aguentar o calor e conquistou seu terceiro empate na competição. Após a dolorosa eliminação diante do Botafogo pela quarta fase da Copa do Brasil em casa, diante de um de seus maiores rivais na capital Fluminense, na última quarta-feira, os comandados de Ramon, que voltou a dirigir a equipe após testar positivo para a Covid-19 e ficar dez dias afastado, até saiu na frente do placar, aos cinco minutos da segunda etapa, com gol de Vinícius. No minuto seguinte, porém, o atacante Alerrandro, do Red Bull Bragantino, artilheiro da equipe de Bragança Paulista na competição, deu uma de assistente e cruzou a bola para Lucas Evangelista tocar no cantinho de Fernando Miguel, dando números finais ao jogo. O placar poderia ter sido pior se o goleiro vascaíno não tivesse defendido um pênalti cobrado por Alerrandro, ainda no primeiro tempo. Com o empate o Gigante da Colina não se recuperou da derrota sofrida pelo Coritiba, fora de casa, nos acréscimos da partida no domingo passado e já soma dois jogos sem vitória. O próximo adversário da equipe cruzmaltina, em jogo válido pela décima terceira rodada do Campeonato, é o líder Atlético Mineiro, no próximo domingo, dia 04/10, às 20h30, no Mineirão, pelo horário de Brasília. O time também aguarda o mês de outubro para voltar a jogar pela segunda fase da Copa Sul-Americana, que será disputada em paralelo ao Campeonato Brasileiro.

No segundo jogo do dia, e de longe o mais polêmico, foi a vez de Palmeiras e os juniores do Flamengo empatarem em 1 x 1. Isto porque o surto de Covid-19 que atingiu jogadores, membros da comissão técnica e dirigentes rubro-negros, virou o assunto principal da semana. Entre idas e vindas, como confirmação do jogo, cancelamento da partida pelo TRT-RJ (Tribunal Regional do Trabalho) e deferimento para a realização do jogo por parte do TST (Tribunal Superior do Trabalho) apenas dez minutos antes do horário inicial, só serviram para tumultuar mais o Campeonato Brasileiro, neste ano deveras atribulado de 2020. A Sociedade Esportiva Palmeiras e a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) queriam a realização da partida, porém a diretoria rubro-negra, alegando problemas sanitários, juntamente com o Sindicato dos Atletas e o TRT-RJ exigiam o adiamento da partida. No final das contas, quem ganhou a queda de braço foi a CBF e o Palmeiras e o Flamengo, mesmo com 16 jogadores do elenco contaminados e outros contundidos, se viu obrigado a entrar em campo com a garotada. Liderados pelos meias Arrascaeta, Gerson e Thiago Maia, e pelo atacante Pedro, conseguiram um empate heróico em São Paulo. Os gols foram anotados na segunda etapa pelo jovem Palmeirense Patrick de Paula e o atacante rubro-negro Pedro “Queixo de Aço”. O time do Flamengo, porém, merecia melhor sorte, já que perdeu inúmeros gols, mesmo diante das circunstâncias adversas. Já o Palmeiras, com seu esquema de jogo previsível e ineficiente no ataque, quase pagou o maior mico. O próximo adversário da equipe da Gávea, em jogo válido pela quinta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América, é o líder do Grupo A, Independiente Del Valle, nesta quarta-feira, dia 30/09, às 21h30, no Maracanã, pelo horário de Brasília.

Fechando a rodada dos cariocas neste domingo, tivemos a realização da partida entre Atlético Goianiense x Botafogo, às 18h15, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia. O Botafogo, motivado pela classificação às oitavas de final da Copa do Brasil diante do Vasco, em São Januário, após o empate em 0 x 0 na última quarta-feira, teve pela frente o também motivado Atlético Goianiense, que também eliminou a equipe do Fluminense pela quarta fase da Copa do Brasil, após a vitória heróica por 3 x 1 na última quinta-feira. Decidido a brigar pela segunda vitória no Campeonato, o Botafogo até saiu na frente da equipe goiana, aos 44 minutos do primeiro tempo, após pênalti convertido por Victor Luís. Logo após a volta do intervalo, porém, a equipe do Dragão, logo aos quatro minutos do segundo tempo, após cruzamento de Janderson para a grande área, empatou com Hyuri, ex-jogador alvinegro, que entrou de carrinho na bola e conseguiu o 1 x 1. A partida foi bastante equilibrada e o VAR precisou trabalhar muito em três lances específicos de supostos pênaltis: dois a favor do time da casa e um a favor do time visitante, que já havia marcado o primeiro gol por penalidade máxima. Em todos, porém, o VAR acertou ao não marcar. A partida, então, terminou mesmo empatada em 1 x 1 e o Botafogo, mais uma vez, chegou a igualdade na competição. Já o Atlético Goianiense manteve o tabu diante dos cariocas pelo Campeonato Brasileiro, com duas vitórias e dois empates conquistados. A equipe alvinegra volta a campo nesta quarta-feira, às 21h30, pelo horário de Brasília, no estádio Nilton Santos. Vai enfrentar o lanterna Bahia, em jogo adiado da primeira rodada da competição, em busca de sua segunda vitória e a consequente saída da zona de rebaixamento.

Outras Notícias