Vitrine Esportiva

Brasil é ouro no futebol masculino

O Brasil é ouro no futebol masculino. A Seleção com gols de Matheus Cunha e Malcom, mesmo Rhicharlison perdendo um pênalti, o time verde, amarelo, azul e branco venceu a Espanha pelo placar de 2 a 1.

A Espanha teve um início melhor, até que o Brasil iniciou um equilíbrio a partir dos 20 minutos. Oyarzabal quase tirou os dois olhos do placar, e a Seleção Canarinho teve uma grande chance aos 37 e foi quando logo depois o VAR acusou uma penalidade, e Richarlison bateu pra fora. Mas o time seguiu na luta, até que nos acréscimos Matheus Cunha chutou bem e sem chance para o goleiro. Inaugurando o placar.

Na segunda etapa o time brasileiro melhor, mas a tranquilidade da Espanha mantinha o placar e Antony mandou bola na trave. Até que aos 15 minutos Oyzarbal nas costas de Daniel Alves empatou e seguiu numa pressão, mas o Brasil com tranquilidade manteve o equilíbrio até que foi encerrado o segundo tempo. Na prorrogação Malcom substituiu o responsável pelo gol Matheus Cunha e manteve o equilíbrio. Iniciado o segundo tempo com dois minutos, o rapaz que substituiu o autor do gol, recebeu um belo lançamento de Antony e pôs o brasil na frente outra vez. Foi só manter os belos toques e tranquilidade para chegar o apito final. O Brasil é campeão e conquista sua segunda medalha de ouro no futebol masculino.

BRASIL: Santos; Daniel Alves, Nino, Diego Carlos e Guilherme Arana; Douglas Luiz, Bruno Guimarães e Claudinho (Reinier, no intervalo da prorrogação); Antony (Gabriel Menino, aos 6/2ºT da prorrogação), Matheus Cunha (Malcom, entre o tempo normal e a prorrogação) e Richarlison (Paulinho, aos 8/2ºT da prorrogação). Técnico: André Jardine.

ESPANHA: Unai Simón; Óscar Gil (Vallejo, entre o tempo normal e a prorrogação), Eric Garcia, Pau Torres e Cucurella (Juan Miranda, entre o tempo normal e a prorrogação); Zubimendi (Moncayola, aos 6/2ºT da prorrogação), Mikel Merino (Soler, no intervalo) e Pedri; Asensio (Bryan Gil, no intervalo), Dani Olmo e Oyarzabal (Rafa Mir, aos 13/1ºT da prorrogação). Técnico: Luiz de la Fuente.

Outras Notícias