Terceiro melhor bloqueio da Superliga, oposto Alan admite: “O que mais gosto é o saque”

Eleito MVP da Copa do Mundo na conquista do tricampeonato do Brasil, em outubro, e do Sul-Americano, em setembro, o nome do oposto Alan, do Sesi-SP, começa a surgir nas estatísticas da Superliga masculina de vôlei 2019/2020. Com 73 pontos assinalados, após as cinco primeiras rodadas da competição, Alan é o terceiro melhor bloqueador, com 14 acertos. Alan pode ganhar mais algumas posições já nesta quarta-feira, dia 4, quando o time paulista, invicto até o momento, receberá o Vôlei Renata (SP), em casa, com o apoio de sua torcida.

Foto: Hélcio Nagamine/Divulgação/Sesi-SP

Foto: Hélcio Nagamine/Divulgação/Sesi-SP

“Posso dizer que o bloqueio é um dos meus fundamentos favoritos, mas o que eu gosto mais é o saque. Não sei dizer o motivo, mas acho que é um momento mais próximo do sacador com a bola. São só os dois”, admite o oposto do Sesi-SP, que também aparece nas estatísticas na relação pontos/sets na quinta colocação. São 73 pontos em 17 sets jogados, com uma média de 4,29 acertos.

Sesi-SP e Vôlei Renata já são velhos conhecidos e travaram diversos duelos, inclusive, na atual temporada. “O Vôlei Renata está indo muito bem na Superliga, assim como foi também no campeonato paulista. Já conhecemos o time deles e sabemos que vai ser um jogo bastante difícil. Nosso foco é a vitória para mantermos nossa invencibilidade”, afirmou Alan, eleito melhor oposto da última edição da Superliga. 

“Estamos indo superbem na Superliga. Esses cinco primeiros jogos nos ajudaram a ver aonde estamos errando, e com os treinos vamos consertar isso. A partir de agora virão os jogos mais fortes e temos que estar preparados para eles”, completou o oposto.

mm

Repórter: Kenia Telles

Jornalista

Leave a Comment