Palmeiras perde no Mineirão Rafael Sóbis completou 100 jogos com a camisa cruzeirense foi o autor do único gol da partida

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Jogando no Mineirão pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro venceu o Palmeiras por 1 a 0 com gol no segundo tempo de Rafael Sobis. Partida que deixou o time de Minas Gerais na sexta colocação com 13 pontos. O alviverde paulista caiu na tabela de classificação para décimo com 11 pontos conquistados.

PRIMEIRO TEMPO

Na etapa inicial a posse de bola foi a mesma: 50% para cada lado. O Cruzeiro tentava toques rápidos, enquanto o verdão buscava sair em conta-ataque que foram pouco eficaz. Na bola parada, o time mineiro levava a melhor com Sassá e Déde. Com 37 minutos, Victor Luís cobrou falta para linda defesa do goleiro Fábio. Um primeiro tempo sem gols e uma partida muito amarrada no meio de campo.

SEGUNDO TEMPO

Etapa complementar e na partida nada mudou. Com 6 minutos, Dudu soltou a bomba, bola ainda desviou e o goleiro Fábio estava lá para conferir. Aos 23 minutos, Robinho cruzou para dentro da área, Edu Dracena tentou cortar de maneira equivocada, Rafael Sóbis dominou, girou e conseguiu enganar Jaílson que nada pode fazer. 1 a 0 Cruzeiro no Mineirão. O alviverde paulista ainda tentou uma pressão final, mas sem resultado. Vitória justa em Belo Horizonte.

COMPROMISSOS

O próximo jogo do Palmeiras será o clássico diante do São Paulo no Allianz Parque dia 2/6, às 21h. O Cruzeiro sai e vai até o Castelão enfrentar o Ceará no dia 3/6, às 19h. Partidas são válidas pela nona rodada do Brasileirão.

CRUZEIRO 1 X 0 PALMEIRAS

Data/Local: 30/05/2018 – Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Árbitro:  Bráulio da Silva Machado – SC (CBF)
Gol:  Rafael Sóbis
Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Egídio; Lucas Romero, Lucas Silva (Ariel Cabral), Robinho, Thiago Neves (Bruno Silva); Rafael Sóbis e Sassá (Raniel); Técnico: Mano Menezes
Palmeiras: Jailson, Marcos Rocha, Edu Dracena, Antonio Carlos e Victor Luis; Thiago Santos, Bruno Henrique, Lucas Lima (Hyoram), Dudu (Moisés), Willian (Deyverson) e Keno; Técnico: Roger Machado
Cartões amarelos:  Thiago Neves, Robinho, Ariel Cabral (Cru), Willian, Marcos Rocha, Bruno Henrique,  Antonio Carlos, Moisés, Thiago Santos (Pal)

mm

Repórter: Fabricio Caseira

Jornalista

Leave a Comment