Gonçalense vence de virada e permanece na vice-liderança do Grupo A Vitória por 2 x 1 diante do Nova Cidade mantém equipe invicta no Campeonato Carioca B1

Jogadores de Nova Cidade x Gonçalense posam para a tradicional foto antes da partida – Créditos: Marcio Miceli de Oliveira

Na tarde desta quarta-feira, às 15hs, no estádio Joaquim de Almeida Flores, em Nilópolis, em jogo válido pela oitava rodada da B1, a equipe da casa, o Esporte Clube Nova Cidade, entrou em campo determinada a vencer a sua primeira partida na competição. Dono da pior campanha do campeonato, ao lado da equipe do Campos, com apenas 2 empates e 4 derrotas em 6 jogos, o Quero Quero da Baixada tinha uma missão difícil pela frente: derrotar uma das duas únicas equipes invictas na competição, ao lado do Sampaio Côrrea. E começou a partida realmente disposta a quebrar este tabu. Isto porque logo aos 3 minutos do primeiro tempo, após dois ataques anteriores fulminantes da equipe da casa, conseguiu chegar ao primeiro gol, após confusão na área do time visitante: Nova Cidade 1 x 0 Gonçalense.

O gol logo cedo abalou a equipe da região metropolitana, que continuou a sofrer com os ataques do time da casa, e poderia ter ampliado o placar e dificultado mais ainda a vida do Gonçalense. O Nova Cidade nem parecia o mesmo time do campeonato até ali. Se defendia bem e atacava com precisão, coordenando bem as jogadas. O time de São Gonçalo não fazia uma boa partida, e também em nada lembrava o time invicto do Campeonato Carioca. Talvez pela contratação do novo treinador, que havia acabado de assumir a equipe após o empate do último fim de semana, e ainda não conhecia o atual elenco. O problema é que a equipe rubra não conseguiu marcar o segundo gol e, já nos acréscimos do primeiro tempo, aos 46 minutos, após um cruzamento para a área da equipe do Gigante da Baixada, o camisa 11 do Gonçalense cabeceou e empatou a partida: 1 x 1.

Na volta para o segundo tempo, após o improvável empate da equipe visitante, após um fraco primeiro tempo, o Nova Cidade tentou imprimir uma nova pressão, porém não retornou com a mesma disciplina tática da primeira etapa. Aos poucos, o Tricolor Metropolitano, de Jardim Catarina, passou a dominar as ações do jogo e partiu para cima da equipe de Nilópolis em busca da virada. Até que aos 29 minutos, após uma bola quase perdida pela equipe do Gonçalense, o lateral esquerdo do time visitante conseguiu recuperá-la na raça e lançou para seu atacante, que invadiu a área pela esquerda e foi derrubado pelo zagueiro Nilopolitano: pênalti indiscutível marcado pela arbitragem. O camisa 8 partiu para a redonda e bateu firme, no ângulo, sem chances para o goleiro: Nova Cidade 1 x 2 Gonçalense.

Daí até o final o que se viu foi uma equipe do Nova Cidade nervosa e desorganizada, alçando diversas bolas na área do adversário em busca desesperadamente do empate, e uma equipe do Gonçalense tranquila, botando a redonda no chão e tentando definir a partida marcando o terceiro gol. O time mandante ainda efetuou quatro substituições para tentar correr atrás do prejuízo e o visitante as cinco das quais tinha direito em busca da manutenção da vitória parcial. Ainda foram concedidos pela equipe de arbitragem seis minutos de acréscimo na segunda etapa, diferentemente dos dois minutos aplicados no primeiro tempo, e foram distribuídos seis cartões amarelos, um para o time do Gigante da Baixada e cinco para o Tricolor Metropolitano. E o jogo terminou mesmo com vitória da equipe de São Gonçalo e a permanência da vice-liderança e da invencibilidade no campeonato.

Os demais resultados da oitava rodada foram os seguintes: Olaria 1 x 3 Duque de Caxias, na Rua Bariri. Audax/Miguel Pereira 0 x 2 Rio São Paulo, no Fructuoso Fernandes, em Miguel Pereira. Serra Macaense 0 x 0 Maricá, no Ubirajara Reis, em Casimiro de Abreu. Campos 1 x 2 Goytacaz, no Antônio Medeiros, em Cardoso Moreira. São Gonçalo 0 x 2 Sampaio Côrrea, no Alzirão, em Itaboraí. Bonsucesso 0 x 3 Artsul *, na Rua Bariri, em Olaria e Nova Iguaçu 1 x 0 Angra dos Reis, no Laranjão, em Nova Iguaçu. No próximo fim de semana, os jogos da nona e última rodada da fase de classificação serão os seguintes: Rio São Paulo x Olaria, na Rua Bariri, em Olaria. Maricá x Audax / Miguel Pereira, no Lourival Gomes, em Saquarema. Gonçalense x Serra Macaense, no Alzirão, em Itaboraí. Serrano x Nova Cidade, no Atílio Marotti, em Petrópolis. Goytacaz x Sampaio Côrrea, no Ary de Oliveira, em Campos. Artsul x Campos, no Nivaldo Pereira, em Nova Iguaçu. Angra dos Reis x Bonsucesso no Jair Toscano, em Angra dos Reis e São Gonçalo x Nova Iguaçu, no Alzirão, em Itaboraí

Equipes perfiladas no minuto que antecede o início da partida – Créditos: Marcio Miceli de Oliveira

*vitória por W.O. da equipe visitante, já que o Bonsucesso não entrou em campo por conta do protesto de seus jogadores devido a dispensa de toda sua comissão técnica e a saída do grupo investidor do clube.

 

mm

Repórter: Marcio Miceli

Jornalista

mm

marcio-micelli

Jornalista

Leave a Comment