Flamengo derrota Fluminense e vence quarto jogo seguido no Brasileirão Atuação convincente da equipe rubro-negra coloca o time na vice-liderança do Campeonato

Treinador rubro-negro Domenec Torrent dá instruções ao seu time no campo de jogo. Créditos: Alexandre Vidal

Em mais uma ótima partida realizada sob o comando de Doménec Torrent, o Flamengo disputou o seu sexto Fla x Flu no ano e ganhou pela quarta vez o clássico mais charmoso do Brasil em 2020. Após vencer Santos, Bahia e Fortaleza, na sequência, a vítima da vez foi o Tricolor das Laranjeiras. Avassalador no início do primeiro tempo, a equipe rubro-negra não deu chances para a equipe do Fluminense. Pressionando a saída de bola tricolor, o time da Gávea chegou a lembrar os áureos tempos do treinador Jorge Jesus, quando o time jogava em cima do seu adversário o tempo todo. Tanto que logo aos 7 minutos do primeiro tempo, após jogada pelo lado direito, Muriel cortou um cruzamento próximo a entrada da pequena área e o lateral esquerdo Filipe Luís, esperto na jogada, chutou forte no canto e abriu o placar no Maracanã: Fluminense 0 x 1 Flamengo.

O gol sofrido logo no início do jogo desmontou o esquema tático tricolor, que passou a correr atrás do time rubro-negro, que tinha o amplo domínio das ações. O Fluminense pouco chegava, só conseguiu um lance de perigo com Wellington Silva, mas que não deu em nada. Já o Flamengo, comandado por Everton Ribeiro, maestro do meio-de-campo da Gávea, perdeu inúmeros gols até que, aos 33 minutos, em uma falta próximo a grande área, Arrascaeta cobrou fechado, Muriel deu novamente rebote e a bola sobrou limpa para Gabriel Barbosa, o “Gabigol”, chutar para dentro: 2 x 0. Foi o quinto gol de “Gabigol” na competição, artilheiro ao lado do vascaíno Germán Cano. A jogada foi muito parecida com a do primeiro gol: bola cruzada na direita, goleiro tricolor dando rebote e a bola sobrando livre para o time rubro-negro, que só teve o trabalho de empurrar. Aos 39 minutos, Everton Ribeiro arriscou um chute de fora da área, Muriel rebateu novamente, mas desta vez a bola não sobrou para ninguém. E o primeiro tempo poderia ter terminado em 3 x 0 para o Flamengo.

Na volta para o segundo tempo, o técnico tricolor Odair Hellmann colocou Fred no lugar de Fernando Pacheco para tentar dar mais agressividade ao time tricolor, que estava sem referência no ataque. E o time melhorou um pouco. Passou a criar mais chances de gol, o Flamengo também recuou e o panorama do jogo mudou. O Flu partiu mais para cima, com maior ênfase, mas cedeu o contra-ataque ao Flamengo, que com seus jogadores de qualidade, continuou a criar chances de gol. O Fla até chegou a ampliar o placar para 3 x 0, com Arrascaeta, em jogada pela esquerda, mas o jogador estava impedido e o gol foi bem anulado. Destaque para a zaga tricolor que, se no primeiro tempo, deixou a desejar, melhorou muito na segunda etapa e salvou inúmeros gols rubro-negros. Tanto que nos acréscimos do segundo tempo, já aos 47 minutos, o zagueiro tricolor Digão recebeu a bola em um escanteio cobrado pela esquerda e cabeceou sem chances para o goleiro do Urubu, diminuindo o placar e dando números finais ao jogo: Flu 1 x 2 Fla.

Com sua segunda derrota seguida na competição e a terceira no total, o Fluminense, que terminou a oitava rodada em oitavo lugar, caiu para a nona colocação e, dependendo dos resultados de amanhã pela rodada do Brasileirão, pode cair para a décima-segunda colocação e se aproximar do grupo dos 4 últimos, o z-4. Em busca de recuperação, o Tricolor das Laranjeiras volta a campo no próximo domingo, pela décima rodada, às 16hs pelo horário de Brasília, novamente no Maracanã, e recebe a equipe do Corinthians. Já o Flamengo, que emendou sua quarta vitória seguida e a quinta na competição, subiu para a vice-liderança da competição e visita a equipe do Ceará, também no domingo, às 18 horas pelo horário de Brasília. O jogo também é válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro e será realizado na Arena Castelão.

 

mm

Repórter: Marcio Miceli

Jornalista

mm

marcio-micelli

Jornalista

Leave a Comment