Botafogo joga mal mas garante classificação na Copa Sul-Americana Em jogo de baixo nível técnico equipe alvinegra empata a partida e está na segunda fase da competição

Créditos: Vitor Silva / SSPress / Botafogo

Em noite pouco inspirada no estádio Nilton Santos, Botafogo e Audax Italiano empataram em 1 x 1 no jogo da volta pela primeira fase da Copa Sul-Americana. O resultado garantiu a classificação para a segunda fase da competição para a equipe do Glorioso já que no jogo de ida, disputado em Santiago, no Chile, o Botafogo havia vencido a partida por 2 x 1, de virada.  Mesmo sendo uma competição internacional, a torcida alvinegra não se animou muito e apenas cerca de 9.000 torcedores compareceram à partida. Durante o primeiro tempo, provavelmente se valendo da vantagem obtida no jogo realizado no Chile, a equipe carioca pouco arriscou. Já a equipe chilena, precisando do resultado positivo, adotou um esquema ofensivo no jogo e, apesar de “agredir” bastante o time botafoguense, não criou muitas chances de gol porque esbarrava em sua própria deficiência técnica.

Veio o intervalo e, com ele, as vaias da torcida alvinegra, insatisfeita com a atuação do time no primeiro tempo.  No segundo, provavelmente após ter levado uma bronca do treinador Alberto Valentim no vestiário, a postura botafoguense mudou. A equipe de General Severiano deixou de jogar com “o regulamento embaixo do braço” e começou a tomar conta das ações no jogo, “agredindo” mais o time chileno. O time do Audax Italiano, fraco tecnicamente, passou a sofrer mais com as investidas alvinegras e acabou sofrendo o gol logo no início do segundo tempo, em um chute muito bem colocado de fora da área do jogador Matheus Fernandes, meio-campo da equipe do Glorioso. A vitória parcial por 1 x 0 trouxe tranquilidade ao Botafogo, que continuou dominando a partida na segunda etapa e teve mais duas chances claras de ampliar o marcador, uma com Kieza e outra com Matheus Fernandes novamente.

Como no futebol a bola pune e quem não faz leva, o time da capital chilena, após perder um gol cara a cara com Jefferson e ter um outro anulado por conta de um impedimento, acabou empatando a partida após um contra-ataque rápido pela direita. Um belo gol por sinal, também em chute de fora da área, aos 40 minutos do segundo tempo. O empate conquistado no final do jogo acabou servindo como combustível para o time da colônia italiana, que voltou a acreditar no resultado positivo, muito por conta da postura botafoguense, que se encolheu em seu campo de defesa para garantir o resultado e tentar definir a partida em um contra-ataque mortal. Mesmo após ensaiar uma pressão, a equipe chilena não conseguiu a virada, que levaria o jogo para os pênaltis, e a partida terminou mesmo empatada, com o Botafogo desperdiçando um contra-ataque no final. Que venha a segunda fase da competição!

mm

Repórter: Marcio Miceli

Jornalista

Attachment

mm

marcio-micelli

Jornalista

Leave a Comment